30 de abr de 2011

Em busca da plenitude novamente!!


Terminei o ano de 2010 com muita mágoa no coração, com uma dor de amor que achei que não me livraria nunca mais de tão intensa que era. Cometi vários erros tentando ficar bem comigo mesma e no final só fiquei pior. Até que vi, que só livraria daquele pesadelo que eu mesma me enfiei, se passasse a gostar mais de mim do que das outras pessoas e deixasse de valorizar tanto quem nem se importava comigo. Eu era meu único caminho, aquele que deixei de seguir para estar com outra pessoa e perdi...
No último dia do ano de 2010, eu fiz uma lista mental de tudo que fiz de errado comigo mesma, me decepcionando, e com aquela dor no coração que sentimos quando criamos o desapego, eu dei adeus...e pus outra cor em minha vida!! Comecei livre daquelas amarras e toda vez que eu me traía pensando, eu mesmo me repreendia, porque o importante naquele momento era EU.
Entrei na melhor fase de descoberta que já tive depois de alguns relacionamentos, foi uma auto-descoberta livre sem pressa, sem pesos, me deslumbrando com a paisagem diária de mim mesma. Descobri que estava mais feliz comigo mesma do que com ela. Mas não deixei de temer o sofrimento de cair em tentação de me trair novamente. Cada vez que isso acontecia, eu lidava com muito respeito com esse sentimento e ia a passos de tartaruga agindo conscientemente, para tomar a melhor atitude e não ter vontade de voltar atrás em minhas decisões.
Vivi os melhores momentos até hoje e sei que tenho vários ótimos momentos para viver novamente, agora talvez, até com outra pessoa. Mas aprendi a não ter pressa com relacionamentos e nem com atividades profissionais, temos que ter paciência pois as estradas surgem ao seu tempo e um caminho pego antecipadamente pode ser um caminho de muitos buracos.

Isabel D.R.C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário